~Drácula- Resenha

“No séculoXV, um líder e guerreiro dos Cárpatos renega a Igreja quando esta se recusa a enterrar em solo sagrado a mulher que amava, pois ela se matou acreditando que ele estava morto. Assim, perambula através dos séculos como um morto-vivo e, ao contratar um advogado, descobre que a noiva deste é a reencarnação da sua amada. Deste modo, o deixa preso com suas “noivas” e vai para Londres da Inglaterra vitoriana, no intuito de encontrar a mulher que sempre amou através dos séculos.”

     Esta é a descrição na contra capa do Livro, mas eu encontrei uma mais interessante na wikipédia:

-Este romance em forma epistolar, dando voz às várias personagens, abre com a chegada de um solicitador, de nome Jonathan Harker, a um castelo em uma remota zona da Transilvânia. Aí o jovem Harker trava conhecimento com o excêntrico proprietário do castelo, o condeDrácula, dado este ter em vista a aquisição de várias propriedades na Inglaterra.
Paulatinamente Harker começa a perceber que há mais do que excentricidade naquela figura, há algo de estranho no anfitrião, algo de realmente assustador e tenebroso. Aliás, passada a inicial hospitalidade, Harker começa a entender que, mais do que um hóspede, é também um prisioneiro do conde Drácula.
Seguidamente, Drácula decide viajar até à Inglaterra, deixando um rasto de morte e destruição por onde passa – sob a forma de um enorme morcego -, enquanto Harker é deixado à guarda de três figuras femininas, três terríveis seres que se alimentavam de sangue humano. Harker consegue fugir, apesar de bastante debilitado, e encontra-se com a sua noiva, Mina, em Budapeste.
Já na Inglaterra, Lucy, uma jovem inglesa, amiga de Mina, começa a apresentar estranhos sintomas: uma enorme palidez e dois enigmáticos orifícios no pescoço.Seus amigos, John Seward, Quincey Morris e Arthur Holmwood, incapazes de perceber a origem daquela doença, recorrem ao auxílio do Dr. Abraham Van Helsing, médico e cientista, famoso por seus métodos pouco ortodoxos, tendo compreendido que Lucy tivera sido vítima dos ataques de um ser diabólico: Drácula, uma espécie de morto-vivo que se alimentava de sangue humano.-
 
 

Esta resenha descreve também o filme Van hellsing com o fabuloso Hugh Jackman, brilhante ator que interpretou o IronMan e Wolverine.
Trailer:

Bem, como sempre, este é mais um livro do nosso acervo, passe na Biblioteca, e Boa Leitura!

Anúncios

~ Conto Fantástico

Você deve pensar que nunca leu nenhum conto fantástico, tampouco sabe o que é e quais são as características do mesmo. Contudo, já deve ter lido muitos, principalmente ao longo da sua infância. Afinal de contas, A Bela Adormecida, Os três porquinhos, Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve, dentre outros, são histórias tradicionais que se repetem entre as gerações desde que existem.

Mais recentemente, temos a trilogia de Shrek, Senhor dos Anéis, Harry Potter e as crônicas de Nárnia que saíram das páginas e viraram “filmes de grande bilheteria”, como dizem na linguagem cinematográfica.

Esse tipo de gênero textual já foi tema em provas de literatura e uma das propostas de redação de vestibulares.

Então, vejamos suas características e como fazer esse tipo de produção literária.

Como pode perceber, em todos os contos fantásticos citados acima, vemos um mundo irreal, situações improváveis, ações que transpassam a realidade e que vão além do humano. Há presença de magia que dá margem para que fatos absurdos aconteçam ao longo da narrativa. Logo, situações contrárias à vida comum acontecem como se fossem normais: seres mágicos aparecem e desaparecem com facilidade.

Na maioria das vezes o herói possui um caráter excepcional, contudo, precisa vencer o inimigo que se mostra mais forte do que ele ou poderoso demais para ser vencido com as forças físicas. Nesta hora, surge um ser ou um objeto provido de poderes extraordinários que ajuda o herói a derrotar o mal.

O que distingue o conto fantástico dos outros tipos de produção literária, como a fábula, por exemplo, é justamente a presença do fator mágico, da magia que envolve as personagens principais e que dá o desfecho da história.

Um fator que aproxima o conto fantástico dos leitores é o de que o protagonista da história possui características humanas e também limites físicos e emocionais, porém, consegue enfrentar o problema e resolvê-lo com a ajuda do sobrenatural.

Portanto, se você pretende escrever um conto fantástico, baseie-se em uma história que conhece, contudo, não plagie, seja criativo e original.

Editora Novo Conceito

Quando estou em semana de provas da faculdade, não há nada melhor do que um livro gostoso e relaxante.
Editora Novo Conceito tem ótimas opções.
A blogueira Rapha fez um video com as indicações deela :







Fica aquie a indicação do blog da Rha:
 – >  Blog Doce Encanto **

~ Lisbela e o Prisioneiro- Resenha



O regionalismo de Lisbela e O Prisioneiro, fundado no aproveitamento de incidente testemunhados por amigos, por familiares e por Osman Lins bem como apoiado na transposição de ditados, expressões populares e dísticos encontrados em para-choques de caminhões, é transfigurado sob a pena de seu autor. Matéria e linguagem reelaboradas tecem esta peça, regada por uma equilibrada dosagem de leveza, comicidade e ternura, e assentada em valores libertários em prol da via, o que lhe abre asa portas para outros tempos e outros espaços.        – Sandra Nitrini
      


Meticuloso no uso da palavra e na arquitetura da peça, Osman Lins, pernambucano arretado e autor pouco conhecido, nos apresenta esta comédia, salpicada de romance e magia de cinema.
       Leleu e Lisbela, casal que sempre me fascinou, nos ensinam que “o amor é um estranho passarinho, canta sem ter pena, e nasce sem ter ninho”.
        Selton Melo e Débora Falabella muitas vezes me fazem deixar minhas panelas queimarem quando vejo “só mais um pouquinho” de seus videos como Leleu e Lisbela.



Well, pra quem se interessou, e também pra quem não se interessou, há exemplares disponíveis na nossa Biblioteca







Setembro 2011
D S T Q Q S S
« Ago   Out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
%d bloggers like this: