~Resto de fé

Passaram se meses e eu ainda choro por você.

Eu não consigo entender o que aconteceu.

Não consigo entender como temos coragem de mentir descaradamente sobre quem somos.

Não me é concebível que seus gostos, antes tão refinados agora estejam te banalizando. Não tem sentido.

 Aquilo que era belo e encantador em você foi substituído por vulgaridades.   Seus gestos não condizem com aquele que eu acreditei que você fosse. Como você pode se rebaixar tanto? Como teve a  coragem de se atirar na vida mundana? Como?

Eu o havia colocado num pedestal dourado. E lhe trazia mimos, hidromel e ninfas. E lhe tocava harpa. Mas hoje você só ouve o tamborzão nas casas de funk. Seus ouvidos não são mais refinados.

Você não sabe mais que gosto tem o hidromel que eu lhe dava pela minha boca, pois taça nenhuma lhe era digna. Agora até a água é pura demais pra você. E as ninfas escolhidas à dedo que lhe dei? O que me diz delas?

Eu buscaria sereias se lhe agradasse. Mas você fez questão de ficar cego pra aquilo que vem de mim, mesmo sabendo que SÓ EU tenho o melhor para te oferecer. E sempre ofereceria.

O que você fez com o seu corpo? Antes tão rijo e esbelto, agora sujo, destoado e desajeitado.

Que magia cruel lhe aplicaram, minha criança?

Que maldição terrível te impuseram?

Pois me custa acreditar que todas estas obras tenham saído de sua cabeça sem influências de seres malignos.

Antes, tu gostavas tanto do meu abrigo colorido, brilhante quente e aconchegante. Agora vive em selvas escuras e frias.

Porque?

Porque eu, sabendo que não és mais um ser digno de minha magnitude ainda lhe ofereço o conforto dos meus braços de seda?   Porque me permito oferecer minha boca de néctar à sua suja de pecados?

Até quando irei  oferecer meu colo macio para as suas lágrimas caírem?

Você não cansa de tropeçar no escuro? Não cansa dos arranhões que nunca cicatrizam?

Eu canso.

Canso dos vermes rastejando aos teus pés. E da sujeira que trás consigo.

Limpe seu ainda adorável corpo. Purifique o seu ainda doce espírito.

                                                                      Antes que eu me canse de você.

Advertisements

2 comentários (+add yours?)

  1. Paulo
    Dez 08, 2011 @ 03:16:15

    Uiii tensoo^^

    mto show parabens

    Gostar

    Responder

  2. Wagner Bezerra Pontes
    Dez 08, 2011 @ 03:03:55

    Que Amor forte, capaz de se resignar mesmo depois de tanto apanhar…

    😉

    Gostar

    Responder

Se você gostou do post, não deixe de comentar. Obrigada pela visita, e volte sempre! ^^

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Dezembro 2011
D S T Q Q S S
« Nov   Jan »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
%d bloggers like this: