~Queda

Chocada. É como estou. Eu sei que me expressei mal. Sei que magoei mas, a resposta foi inesperada.

Não dá pra acreditar que depois de tudo ele pudesse simplesmente dizer ok e deixar por isso mesmo.

Mas tudo bem. Eu não fiquei triste ontem. Ontem era só mais um dia, e nem um término que uma grandiosa historia e deixaria incomum.

Porém a noite, algo estranho me aconteceu; eu fui tomada por um sentimento estranho e extremamente pessimista. E então eu chorei. Não sei porque. Não tinha razão, não tinha lógica. Eu só chorei. Hoje, acredito que o choro tenha sido só mais um, só mais um choro de solidão, entre tantos outros que já me ocorreram, que já me lavaram de ofensas, magoas e perdas.

Sinto falta dos meus amigos. Daquela galera que chega inundando minha vida de alegria. Só que o meu estado de espírito assolaria a querida alegria descomunal. E então sinceramente não sei o que elas poderiam fazer por mim. É difícil alguém de fora entender que eu não deixei alguém, eu deixei um sonho, uma idealização de uma pessoa. Acho que era isso mesmo. Acho que Ele nunca foi quem eu pensei que fosse, que tudo não passou de um sonho, e que criei tudo na minha cabeça.

Agora seria simples demais sair e encontrar qualquer pessoa pra conversar, beber, e me esquecer na noite. Eu até iria, mas sei que quando chegar em casa e me ver só novamente, o buraco no meu peito seria maior. O vazio seria mais desolador.

O convívio comigo mesma está tenso. Tenho esquecido até meu nome. Por todo o dia de ontem e hoje eu me perguntava como eu poderia estar com uma pessoa que me deixava tão vazia e sem graça, tão sem motivos. Sentia como se a vida não tivesse nada mais para mim. Como se as alegrias só pudessem existir no seu pequeno mundinho no qual eu tentava tanto estar. Dias difíceis. EU não sabia que EU existia, e quão maravilhosa eu posso ser.

Mas aqui e agora, trancada no meu quarto percebo como ele me deixava louca quando me tocava. Eu nunca sabia o que fazia, mas me sentia tão certa, tão segura. Cada segundo era eterno. Sua presença deixava o ar mais leve. Quando você estava comigo, era como se um grande peso houvesse saído de minhas costas.

Era mágico, surreal. E era inexistente.

Bem, o que fazer?

Não há volta.

Não há volta?

Foda-se.

Vou ler sobre grandes biscates e cortesãs pra tentar entender porque elas desprezam o amor.

Talvez eu não me sinta um lixo, então.

                                               -Terça, 28 de Julho.

Anúncios

Se você gostou do post, não deixe de comentar. Obrigada pela visita, e volte sempre! ^^

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Janeiro 2012
D S T Q Q S S
« Dez   Fev »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
%d bloggers like this: