~Mafalda, 50 anos.

No dia 15 de março de 1962, Mafalda nasceu para uma propaganda de eletrodomésticos de uma empresa chamada Mansfield, como a imagem de uma publicidade a máquina de lavar roupa, que deveria ser publicado no diário Clarín. A agência queria algo pouco detalhado: uma família de classe média, com um personagem cujo nome começasse com as letras M e A. No entanto, Clarín rompeu o contrato e a campanha foi cancelada.

Embora o projeto publicitário não tenha se realizado, Quino guardou as tirinhas.

Mafalda somente se tornou um cartoon de verdade sob a sugestão de Julián Delgado, na época o editor-chefe do hebdomadário Primera Plana e amigo de Quino. Foi publicado no jornal de 29 de Setembro de 1964, apresentando somente as personagens de Mafalda e seus pais, e acrescentando Filipe em Janeiro de 1965. Uma disputa legal surgiu em Março de 1965, e assim a publicação acabou em 9 de Março de 1965.

Uma semana mais tarde, dia 15 de Março de 1965, Mafalda começou a aparecer diariamente no Mundo de Buenos Aires, permitindo ao autor cobrir eventos correntes mais detalhadamente. As personagens Manolito e Susanita foram criadas nas semanas seguintes, e a mamãe de Mafalda estava grávida quando o jornal faliu em 22 de Dezembro de 1967.

A publicação recomeçou seis meses mais tarde, em 2 de Junho de 1968, no hebdomadário Siete Días Illustrados. Como os quadrinhos tinham que ser entregues duas semanas antes da publicação, Quino era incapaz de comentar as notícias mais recentes. Ele decidiu acabar com a publicação das histórias em 25 de Junho de 1973.

Desde então, Quino ainda desenhou Mafalda algumas poucas vezes, principalmente para promover campanhas sobre os Direitos Humanos. Por exemplo, em 1976 ele fez um pôster para a UNICEF ilustrando a Declaração Universal dos Direitos da Criança.

Na Cidade de Buenos Aires existe uma praça chamada Mafalda.

Apesar de Quino ser contrário à ideia de uma adaptação ao cinema ou teatro, um desenho animado foi realizado por Carlos Márquez em1982. Ele continua pouco divulgado e conhecido.

Mafalda foi muitas vezes comparada ao personagem Charlie Brown, de Charles Schulz, principalmente por Umberto Eco em 1968.

Com uma tartaruga chamada “Democracia” (assim batizada pela lentidão que tem p’ra tudo), a paixão pelos Beatles e um pavor absoluto de sopa, ela conta com a ajuda de seus amigos Felipe, Manolito, e Susanita – e posteriormente a pequena Liberdade (alguma coincidência?) e seu irmão Guille. Cada um trazendo  indagações a seu modo. Outro aspecto interessante das tirinhas é que as frases, como “Comienza tu día con una sonrisa, verás lo divertido que es ir por ahí desentonando con todo el mundo” se tornaram clássicas, e são facilmente reconhecíveis.

Até hoje ela continua atual devido aos seus propósitos e não raro é citada pelas pessoas.

Advertisements

Se você gostou do post, não deixe de comentar. Obrigada pela visita, e volte sempre! ^^

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Março 2012
D S T Q Q S S
« Fev   Abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
%d bloggers like this: