8 Filmes inspirados em clássicos da literatura.

 Se você prefere ver um filme a ler aquele clássico antigo, não sinta-se tão envergonhado. Aqui tem uma lista de comédias adolescentes pra te deixar por dentro dos clássicos:

1. Filme: “Ela É o Cara” (Andy Fickman, 2006)
Obra original: Noite de Reis, William Shakespeare

Quando Sebastian vai passar uma temporada em Londres, sua irmã gêmea Viola aproveita para se vestir como o irmão e substitui-lo na nova escola. Tudo para conseguir realizar o sonho de jogar futebol entre os homens. Na história original de Shakespeare, Viola perde contato com seu irmão Sebastian em um naufrágio e se finge de homem para conseguir ajuda em Ilíria. O duque Orsino pede sua ajuda para se declarar para Olivia, sua amada. Mas dá tudo errado. Olivia se apaixona por Viola (que está vestida de homem) e Viola se apaixona pelo duque. Convenhamos: a adaptação para o universo adolescente é bem apropriada.

2. Filme: “A Mentira” (Will Gluck, 2010)
Obra original: A Letra Escarlate, Nathaniel Hawthorne

O filme estrelado pela queridinha Emma Stone não só se inspirou em “A Letra Escarlate” para criar o enredo, como inseriu a obra de Nathaniel Hawthorne na trama: o livro é leitura obrigatória na escola de Olive Penderghast, interpretada por Emma. Assim como Hester – a personagem central do livro –, Olive é humilhada e acusada de ser… bem, liberal demais.

3. Filme: “10 Coisas que Eu Odeio em Você” (Gil Junger, 1999)
Obra original: A Megera Domada, William Shakespeare

Assim como Kat, as adolescentes dos anos 1990 não conseguem resistir ao jeitinho rebelde de Patrick, personagem que elevou Heath Ledger à categoria “amor platônico” de muita gente. Agora, toda vez que você assistir ao filme, pode dizer que está vendo uma livre interpretação da obra “A Megera Domada”, de William Shakespeare. A adaptação é até bem fiel: no original, Bianca está apaixonada, mas precisa esperar sua temperamental irmã mais velha se casar. E, claro, Catarina não está disposta a se envolver com ninguém. Até que Petrúquio, um nobre falido, decide aceitar o desafio de conquistar a moça durona. Soou familiar? A obra também inspirou a novela “O Cravo e a Rosa” (2000), da Rede Globo.

4. Filme: “As Patricinhas de Beverly Hills” (Amy Heckerling, 1995)
Obra original: Emma, Jane Austen

Por essa você não esperava. Acredite, “As Patricinhas” saíram direto das páginas de Jane Austen para as badaladas ruas de Beverly Hills. Ok, para transformar um clássico da literatura feminina em um ícone da cultura norte-americana dos anos 1990, a obra passou por uma adaptação completa. Mas a matéria prima é a mesma: a jovem Cher/Emma é uma moça rica, que adora formar casais entre seus amigos. A associação entre as obras é clara. Vários nomes de personagens de Jane Austen são usados no filme teen.

5. Filme: “Segundas Intenções” (Roger Kumble, 1999)
Obra original: Ligações Perigosas, Pierre Choderlos de Laclos

Sarah Michelle Gellar – a Buffy – estrela esta adaptação ao lado de Reese Witherspoon, Selma Blair e Ryan Phillippe. A trama do filme circula em torno de dois irmãos “postiços” que se divertem manipulando pessoas e brincando com seus sentimentos – no livro, é um casal de ex-amantes que esquenta a sociedade francesa. Para resgatar a polêmica que a trama causou no século 18, o filme não economizou nas cenas provocantes.

6. Filme: “Volta por Cima” (Tommy O’Haver, 2001)
Obra original: Sonho de uma Noite de Verão, William Shakespeare

Na peça clássica de Shakespeare, quatro jovens se envolvem em um “quadrado amoroso” graças às trapalhadas de um grupo de elfos e fadas. No filme, não há seres fantásticos e nem feitiçaria. A adaptação foca em apenas uma das histórias paralelas descritas na peça. Mas a menção fica mais nítida quando os quatro protagonistas – incluindo a personagem de Kirsten Dunst – encenam uma versão de “Sonho de uma noite de verão” no teatro da escola.

7. Filme: “Ela É Demais” (Robert Iscove, 1999)
Obra original: Pigmaleão, George Bernard Shaw

Houve um tempo em que o galã definitivo de filmes teen era o ator Freddie Prinze Jr. E este filme teve uma parte da culpa. A história é bem simples: Zack, um atleta popular, aposta com amigos que conseguiria transformar Laney – a nerd da escola – em uma gata. Claro que ele acaba caindo na própria brincadeira. Tipo o que aconteceu com Henry Higgins, o protagonista de “Pigmaleão”. A peça também inspirou o filme “My Fair Lady”, com Julie Andrews.

8. Filme: Romeu + Julieta (Baz Luhrmann, 1996)
Obra original: Romeu e Julieta, William Shakespeare

Essa é a adaptação mais literal desta lista. Mesmo assim, houve liberdade: o amor impossível entre Romeu e Julieta foi transposto para um subúrbio italiano nos anos 1990, com direito a gangues de ruas, armas de fogo e drogas. Tudo isso mantendo os diálogos originais do livro, que já caíram na boca do povo. É claro que Leonardo Di Caprio no papel principal ajudou a arrastar gente para o cinema.

~Pierre Lévy prevê substituição do livro e caderno por tablets em salas de aula


Sociólogo acredita que as crianças não deixarão de aprender habilidades básicas do mundo pré-digital, como a escrita à mão

Mulher comprando material escolar: sociólogo acredita que cadernos e livros darão lugar para tablets e computadores (Foto: Divulgação/MundoMarketing)

As mudanças tecnológicas tão aceleradas do mundo moderno vão chegar de vez à sala de aula e é bem possível que computadores, tablets e outras plataformas substituam o livro didático e o caderno. A previsão é do sociólogo e professor da Universidade de Ottawa (Canadá), especialista em internet. Ele participou do 5º Congresso Internacional da Rede Católica de Educação, que se encerra amanhã (1º), em Brasília.
“É difícil dizer o que será a civilização no futuro. Aquilo que vamos construir não é imaginável agora. Nos estamos em um momento de grande transformação cultural”, avalia o especialista.
Ele não descarta, no entanto, que as crianças continuem aprendendo habilidades básicas do mundo pré-digital, como a escrita à mão. “A priori, eu diria que é importante ensinar a escrever a mão. É importante manter isso assim como fazer o cálculo mental, apesar de todo mundo ter calculadora”, defende.
Para Lévy, mudarão os materiais pedagógicos e mudarão as competências dos estudantes. “Os alunos do futuro serão pessoas criativas, abertas e colaborativas. Ao mesmo tempo, serão capazes de se concentrar com uma mente disciplinada. É necessário equilibrar os dois aspectos: a imensidão das informações disponíveis, colaborações e contatos; com [a capacidade de] planejamento, realização de projetos, disciplina mental e concentração”.
O sociólogo defende o uso das redes sociais para ensino e aprendizagem. Ele mesmo obriga os seus alunos a criarem grupos no Facebook, postarem textos ou vídeos e participarem de grupos de discussão. “O Facebook é apenas uma das mídias sociais em um contexto de participação. Não são as novas mídias que terão impacto negativo. São as pessoas que postam coisas negativas. É como se perguntar qual o impacto negativo da linguagem porque tem muita mentira. Não é a linguagem que tem impacto negativo, são os mentirosos!”, comparou.
Pierre Lévy acredita que a nova cultura baseada na informática e a economia do conhecimento impliquem novas formas de sociabilidade: ambientes mais colaborativos, em rede e autoorganizados formando uma memória coletiva.
Essas transformações exigirão habilidades que precisam ser ensinadas como a capacidade dos alunos em avaliar as fontes de informação, identificar orientações, ter atitude crítica quanto aos conteúdos.
Ao ser indagado pela Agência Brasil se o país, com baixo índice de aprendizagem generalizado e ainda com número elevado de adultos analfabetos, conseguirá formar seus estudantes com essas capacidades Pierre Lévy foi otimista: “Eu fico sempre surpreso ao ver até que ponto os brasileiros têm uma ideia negativa do seu próprio país. Primeiramente, vocês estão se transformando na quinta potência econômica do mundo, com uma taxa de crescimento muito elevada. Sim, tem analfabetismo, mas, apesar disso, há um esforço muito importante focado na educação, e o que eu vejo sempre que venho para cá é um monte de pessoas dedicadas para trabalhar na educação.”
Para o sociólogo, o Brasil está ciente de que o futuro do país está no investimento na educação. “Não fiquem desesperados e continuem com esse entusiasmo extraordinário”, completou. Lévy reconhece que os problemas existem, mas ressalta que eles têm que ser resolvidas com “as ferramentas de hoje e com a visão do futuro”.
Fonte: Agência Brasil | Revista Exame

~Estudante finge sequestro porque não fêz TCC

Na primeira versão que apresentou à polícia, Susan Paola Fadell Correa disse ter sido sequestrada por três homens em um veículo na avenida Almirante Barroso, logo após sair de uma academia, no bairro do Marco. Ela teria sido mantida em um cativeiro, com os punhos amarrados, por aproximadamente 24 horas, quando foi libertada pelos sequestradores, em Ananindeua.

O policial Gilvandro Furtado disse que, no primeiro depoimento prestado pela universitária, considerou suspeita a versão apresentada pela jovem. “Eu percebi que era uma farsa pela tranquilidade com que ela respondia, pelo estado emocional dela. As respostas eram lacônicas. Ela não acrescentava detalhe nenhum”. Mas, até então, como disse o policial, eram apenas suspeitas.

A perícia mostrou que não havia lesões nos braços da universitária. “Quem passa 24 horas com os braços e mãos amarrados com fio elétrico, como ela disse, fica com vestígios. É como se a pessoa passasse 24 horas algemado”, completou. Diante de outras evidências que nós tínhamos, fomos reinquiri-la.

No segundo depoimento que durou aproximadamente três horas, ela não teve mais como sustentar a versão de que fora sequestrada, e contou que tudo não passou de uma farsa para justificar a não apresentação do TCC. O suposto sequestro teria ocorrido na noite de terça-feira, 26 de junho, e o TCC deveria ser entregue na quinta-feira. No semestre passado, ela já havia ficado reprovada por não apresentar o TCC.

Foi lavrado contra Susan um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), por falsa comunicação de crime. Ela foi liberada e, agora, prestará contas ao Juizado Especial Criminal. .

A universitária também disse que, ao voltar para sua casa, depois de sair da residência do amigo, foi roubada por bandidos, próximo ao shopping Castanheira. Assim que ela desceu do táxi, os ladrões levaram sua bolsa. Os investigadores irão checar essa história.

~Divulgada a capa de “The Casual Vacancy”, de J.K.Rowling

A escritora britânica J.K. Rowling divulgou, na terça-feira (3), a arte de capa de The Casual Vacancy, sua primeira obra desde que encerrou a série de livros sobre o bruxo Harry Potter, é o primeiro romance para adultos da escritora.

Para este projeto, J.K. Rowling se separou de Bloomsbury, a editora britânica que a deixou milionária com a publicação dos sete livros da série Harry Potter. A editora Little, Brown and Company  (a mesma de Stephenie Meyer, autora da saga Crepúsculo) faz parte do grupo Hachette, que irá publicar o romance no exterior.O livro de 512 páginas será lançado em todo o mundo, em inglês, no dia 27 de setembro. A obra sairá, ainda, em versões de e-book e audiobook.

O livro narra todas as desavenças que uma eleição pode causar em um fictício povo inglês: Quando Barry Fairbrother morre aos seus quarenta e poucos anos, a cidade de Pagford fica em estado de choque e os moradores descobrem que Pagford vive guerras silenciosas. Pagford é, aparentemente, um idílio Inglês, com paralelepípedos e uma antiga abadia, mas o que está por trás da fachada bonita é uma cidade em guerra. Guerra entre ricos e pobres, entre adolescentes e seus pais, entre maridos e mulheres, entre alunos e professores. O lugar vazio deixado por Barry na junta da cidade logo se torna o catalisador para a maior guerra que o local já viu, diz a nota divulgada pela editora.

No Brasil, o romance será editado pela Nova Fronteira, que promete divulgar em breve a data da chegada da edição brasileira às livrarias. Mas você já pode encomendar o seu na Livraria Cultura.

Previous Older Entries

Julho 2017
D S T Q Q S S
« Set    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
%d bloggers like this: